12891595_989892021096028_9078131626979307816_o.jpg

Nascida em São Paulo, no dia 4 de janeiro de 1925, filha de um imigrante italiano e mãe brasileira, tinha mais cinco irmãos.

Aos seis anos, frequentava uma escola alemã. Cursou o antigo Curso Normal na Escola Caetano de Campos. Graduou-se em pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP), em 1947.

Especializou-se em Psicologia Educacional também pela USP, em 1948. A convite da Profa Annita de Castilho e Marcondes Cabral, foi professora Assistente na Cadeira de Psicologia.

Fez mestrado em 1952, na New School For Social Research NSSR, Nova York, Estados Unidos. Doutorou-se em Psicologia pela USP, em 1954, orientada por Annita de Castilho e Marcondes Cabral, com a tese Experimentos de Interrupção de Tarefas e a Teoria de Motivação de Kurt Lewin.

No dia 28 de fevereiro de 1956, nasceu Mário Eppler Bori, seu primeiro e único filho.

Em 1959, tornou-se professora Titular de Psicologia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro.
Sua atuação como presidente da Associação Brasileira de Psicologia, e mais tarde na Sociedade de Psicologia de São Paulo, garantiu a regulamentação da profissão de psicólogo no país, sendo o registro número um no conselho da categoria por ser a única mulher entre os constituintes. O decreto-lei que determinou o currículo mínimo para a formação em Psicologia também foi possível graças à sua militância.

Participou ativamente do processo de criação dos cursos de Psicologia na Universidade de Brasília (UnB) e na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Em 1969, torno-se Membro do Conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Na década de 70, durante 15 anos, Carolina coordenou a pós-graduação do Instituto de Psicologia da USP.

Foi Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre 1986 e 1989. Responsável pela divulgação da Ciência, participou da criação e do desenvolvimento da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento de Ensino de Ciências (FUNBEC), do Instituto Brasileiro de Educação, Cultura e Ciências (IBECC), da Associação Interciência e da Estação Ciência em São Paulo.

Durante anos, coordenou o Núcleo de Pesquisas sobre o Ensino Superior (NUPPs) da Universidade de São Paulo.

Faleceu aos 80 anos, no dia 4 de outubro de 2004, em São Paulo.

 

Leia mais em: http://citrus.uspnet.usp.br/cmip/?q=node/544

Anúncios