O primeiro tarot brasileiro feito por mulher

Escrito por Damaris de Angelo, no IdeiaFixa. Elisa Riemer é artista gráfica e colagista de Paranavaí, uma cidade do Paraná, pertinho de Maringá. Trabalhando com cultura pop, festivais, músicos e no cenário de militância feminista e LGBT, recentemente a artista produziu o NOSOTRAS Tarot, seu primeiro Deck de Tarot feminino, que foi completamente viabilizado por financiamento coletivo. Inclusive, ele foi o primeiro Tarot brasileiro feito por … Continuar lendo O primeiro tarot brasileiro feito por mulher

Carolina Martuscelli Bori: uma militante psicologa

Nascida em São Paulo, no dia 4 de janeiro de 1925, filha de um imigrante italiano e mãe brasileira, tinha mais cinco irmãos. Aos seis anos, frequentava uma escola alemã. Cursou o antigo Curso Normal na Escola Caetano de Campos. Graduou-se em pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP), em 1947. Especializou-se em Psicologia Educacional também pela USP, em 1948. A convite da Profa Annita … Continuar lendo Carolina Martuscelli Bori: uma militante psicologa

Noemí Gerstein

Noemí Gerstein nasceu no dia 10 de novembro de 1910, em Buenos Aires, Argentina. Foi uma artista abstrata, mais conhecida por suas esculturas. Ganhou prêmios do Fundo Nacional de Artes da Argentina em 1972, 1980 e 1990, ganhou também o Prêmio Konex de Artes Visuais, em 1982. Seu trabalho foi exibido na Tate Gallery de Londres, três vezes na Bienal de Veneza e em duas … Continuar lendo Noemí Gerstein

Amelia Peláez

  (5 de janeiro de 1896 – Villa Clara, Cuba) / (8 de abril de 1958 – Havana, Cuba) Formou-se na Escola Nacional de San Alejandro, onde aprendeu impressionismo acadêmio. Mas modificou seu estilo ao longo da vida. Estudou em Paris, influenciada por cubistas, pinturas modernas e trabalhos com cerâmica e vidro. Evocando o espírito ciollo de Cuba, valorizada a casa, a família, a serenidade … Continuar lendo Amelia Peláez

MANUELA SÁENZ – A LIBERTADORA DO LIBERTADOR

  Manuela foi mais uma das milhares de mulheres revolucionárias que acabaram apagadas e esquecidas da história. Ocupando apenas o papel de “amante de Simón Bolívar”. Nascida em Quito, no Equador, no dia 27 de dezembro de 1797. Filha de um espanhol conservador, legitimista, e de uma quitenha, também de espírito rebelde, assumiu na juventude seu papel independentista. Por assumir tais ideias, foi internada no … Continuar lendo MANUELA SÁENZ – A LIBERTADORA DO LIBERTADOR

Há 44 anos assassinaram no Brasil a paraguaia Soledad Barrett

Soledad lutou contra as ditaduras do Paraguai, do Uruguai e do Brasil. Foi assassinada em Recife, no dia 8 de janeiro de 1973. Foi entregada pelo cabo Anselmo, um infiltrado do regime militar nos grupos revolucionários. O Estado Brasileiro pediu desculpas recentemente pelo assassinato. Continuar lendo Há 44 anos assassinaram no Brasil a paraguaia Soledad Barrett

12 mulheres anarquistas da América Latina para conhecer

Mulheres movidas de amor e ódio. De amor pela busca de uma sociedade mais livre, igualitária e justa, não medindo esforços para alcançá-la. De ódio por um sistema capitalista, desumano, que a cada dia suga nossas forças, tentando nos deixar apátic@s, insensíveis e acomodad@s, para que, enfim, não travemos contra ele uma luta. Essas mulheres ousaram e desafiaram a ordem vigente em seus países, eram anarquistas sem nenhuma dúvida e lutaram por seus … Continuar lendo 12 mulheres anarquistas da América Latina para conhecer