Nelita Barbosa – A escrita como forma de resistência

Conheci a história da Nelita Barroso conhecendo primeiro a sua neta, Renata Reis, que por uma super e feliz coincidência veio morar comigo, pra fazer mobilidade na UNILA. Nelita é uma mulher muito forte, que rompeu com algo historicamente proibido para as mulheres: a escrita. Escreveu sua história, se colocou como protagonista de um tempo e de uma vida. Nelita Barbosa nasceu no dia 5 … Continuar lendo Nelita Barbosa – A escrita como forma de resistência

O primeiro tarot brasileiro feito por mulher

Escrito por Damaris de Angelo, no IdeiaFixa. Elisa Riemer é artista gráfica e colagista de Paranavaí, uma cidade do Paraná, pertinho de Maringá. Trabalhando com cultura pop, festivais, músicos e no cenário de militância feminista e LGBT, recentemente a artista produziu o NOSOTRAS Tarot, seu primeiro Deck de Tarot feminino, que foi completamente viabilizado por financiamento coletivo. Inclusive, ele foi o primeiro Tarot brasileiro feito por … Continuar lendo O primeiro tarot brasileiro feito por mulher

JEANNE GANG | Estados Unidos (1964)

  Jeanne Gang, arquiteta estadunidense graduada pela Universidade de Harvard, é reconhecida internacionalmente por um processo de desenho que integra as relações entre indivíduos, comunidades e ambientes. Fundadora do Studio Gang, seu trabalho procura alternativas para a arquitetura das metrópoles superpopulosas da atualidade com o uso de novas tecnologias, o que rendeu-lhe o status de “starchitect”. Em 2016, recebeu o prêmio de “Arquiteta do Ano” … Continuar lendo JEANNE GANG | Estados Unidos (1964)

CANELA GRANDI | ARGENTINA (1958)

Canela Grandi é uma arquiteta travesti argentina. Natural da cidade de Rosário, Canela Grandi se formou em Arquitetura na Facultad de Arquitectura, Planeamiento y Diseño (Universidad Nacional de Rosario). A arquiteta assumiu sua identidade como mulher em 2006 e iniciou sua terapia hormonal no ano de 2013. Professora universitária há mais de três décadas, Grandi leciona na mesma universidade em que estudou. É especialista na … Continuar lendo CANELA GRANDI | ARGENTINA (1958)

Salvadora Medina Onrubia

Salvadora Medina Onrubia (Buenos Aires, 23 de março, 1894 – Buenos Aires, 1972). Foi jornalista anarco-feminista e escritora, conhecida como a “Venus Vermelha”. Viveu sua infância em Gualeguay, formando-se professora. Desde 1909, manteve uma intensa campanha em defesa do jovem anarquista Simon Radowtzky. A primeira carta enviada por Radowitzky quando foi libertado da prisão na Ilha das Flores, foi para a ela. Colaborou com o … Continuar lendo Salvadora Medina Onrubia

Milagro Sala, uma presa política na Argentina

Milagro Sala tem 53 anos, nasceu na Argentina, em 1964. Ela é uma líder militante, uma líder social, uma líder indígena em Jujuy, província que fica ao norte, na fronteira com a Bolívia. Quando recém-nascida, foi abandonada na porta de uma igreja dentro de uma caixa de papelão. Foi adotada por uma família de classe média. Aos 14 anos, descobriu sua verdadeira história. Saiu de … Continuar lendo Milagro Sala, uma presa política na Argentina

Carmen Herrera: a artista que esperou sete décadas para ser reconhecida

Carmen nasceu em Havana, Cuba, no dia 31 de maio de 1915. Seu pai foi fundador do jornal “El Mundo”. Sua mãe, repórter e líder de um coletivo feminista. Aos 15 anos, Carmen começou seus estudos de pintura. Alguns anos depois, estudou em Paris, tendo contato com a arte avant-gard e com o Concretismo. Voltou para Havana, onde começou a estudar na Escola de Arquitetura. … Continuar lendo Carmen Herrera: a artista que esperou sete décadas para ser reconhecida