Nelita Barbosa – A escrita como forma de resistência

Conheci a história da Nelita Barroso conhecendo primeiro a sua neta, Renata Reis, que por uma super e feliz coincidência veio morar comigo, pra fazer mobilidade na UNILA. Nelita é uma mulher muito forte, que rompeu com algo historicamente proibido para as mulheres: a escrita. Escreveu sua história, se colocou como protagonista de um tempo e de uma vida. Nelita Barbosa nasceu no dia 5 … Continuar lendo Nelita Barbosa – A escrita como forma de resistência

Carolina Martuscelli Bori: uma militante psicologa

Nascida em São Paulo, no dia 4 de janeiro de 1925, filha de um imigrante italiano e mãe brasileira, tinha mais cinco irmãos. Aos seis anos, frequentava uma escola alemã. Cursou o antigo Curso Normal na Escola Caetano de Campos. Graduou-se em pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP), em 1947. Especializou-se em Psicologia Educacional também pela USP, em 1948. A convite da Profa Annita … Continuar lendo Carolina Martuscelli Bori: uma militante psicologa

Anália Franco

Anália Franco (Avenida Anália Franco, no Tatuapé, zona leste da cidade de São Paulo) Escritora, professora e jornalista, nasceu em Resende, no Rio de Janeiro, em 1º de fevereiro de 1853. Colaborou em jornais literários e na imprensa feminista. Em 1901, criou a Associação Feminina Beneficente e Instrutiva de São Paulo, preocupando-se com a miséria e a erradicação do analfabetismo. Em 1903, foi pioneira na … Continuar lendo Anália Franco

Calçada clássica das ruas de São Paulo foi criada por uma mulher

Quantas inúmeras invenções femininas nós deixamos de reconhecer? E quantas tantas criações masculinas que reconhecemos de longe? Nossa memória coletiva foi criada e protagonizada por homens. O desenho com o mapa do estado, que é reproduzido até hoje nas calçadas em ladrilhos hidráulicos e pedras portuguesas, foi criado por Mirthes Bernardes. Esse design foi feito em concurso de calçamento na Avenida Faria Lima, em 1965. Apesar de … Continuar lendo Calçada clássica das ruas de São Paulo foi criada por uma mulher

Ana Rosa Kucinski Silva

Ana Rosa Kucinski Silva nasceu em São Paulo, no dia 12 de janeiro de 1942. Integrante da ALN na clandestinidade, Ana era graduada em química e doutora em filosofia. Casada com Wilson Silva, também integrante da ALN, era uma das mais jovens professoras do Instituto de Química da Universidade de São Paulo – USP. Em 22 de abril de 1974, ela saiu do trabalho na … Continuar lendo Ana Rosa Kucinski Silva

Iara Iavelberg

    Nascida em São Paulo, Iara Iavelberg foi psicóloga, docente e militante. Casou-se aos 16 anos. Três anos depois, já mostrando seu perfil libertário e feminista, desafiou as tradições e se separou. Iniciou-se na política no movimento estudantil, em 1963, ao entrar na Faculdade de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), cujo centro acadêmico hoje leva seu nome. Militou na Organização Revolucionária Marxista … Continuar lendo Iara Iavelberg

Ísis Dias de Oliveira

  Ísis Dias de Oliveira nasceu em 29 de agosto de 1941. Era estudante de Ciências Políticas na Universidade de São Paulo, mas não chegou a concluir o curso. Ela vivia clandestinamente em 1972, no Rio de Janeiro, quando foi presa pelo DOI/Codi. Após a prisão, nunca mais foi vista por familiares e amigos. No Serviço Nacional de Informação (SNI), consta que Isis teria sido … Continuar lendo Ísis Dias de Oliveira