Kathrine Switzer: a maratonista que mudou o mundo da corrida para as mulheres

Kathrine Switzer: a maratonista que mudou o mundo da corrida para as mulheres, em 1967. Nascimento: 5 de janeiro de 1947 (69 anos), Amberg, Alemanha Kathrine desafiou as regras quando tornou-se a primeira mulher a correr uma maratona, uma prova, até então, exclusiva para homens. Ela entrou na prova com o nome de KV Switzer e cruzou a linha de partida com o número 261 … Continuar lendo Kathrine Switzer: a maratonista que mudou o mundo da corrida para as mulheres

Rosa Mota

ROSA MOTA – A MAIOR VENCEDORA FEMININA DE TODOS OS TEMPOS DA MAIS FAMOSA CORRIDA DE RUA DO BRASIL, A CORRIDA DE SÃO SILVESTRE Rosa Maria Correia dos Santos Mota (Porto, 29 de junho de 1958) é uma ex-atleta portuguesa campeã olímpica e mundial da maratona. A primeira maratona feminina que existiu, decorreu em Atenas na Grécia durante o Campeonato Europeu de Atletismo em 1982, … Continuar lendo Rosa Mota

Michèle Mouton

Nascida no dia 23 de Junho de 1951, em Grasse, na França. Foi a primeira e até hoje única mulher a vencer uma etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC), em Sanremo, em 1981. Em 1982, após um disputado campeonato ela terminou o ano na segunda posição do WRC, vencendo as etapas de Portugal, Brasil e Acrópole pilotando um Audi Quattro. Em 1985, ela foi … Continuar lendo Michèle Mouton

Junko Tabei

Nascimento: 22 de setembro de 1939, Miharu, Fukushima, Japão Falecimento: 20 de outubro de 2016, Kawagoe, Saitama, Japão Junko Tabei, alpinista japonesa, foi a primeira mulher a atingir o cume do Monte Everest (8848 m) em 16 de maio de 1975. Foi também a primeira mulher a ter escalado os Sete Cumes, tarefa que completou em 1992, aos 53 anos de idade. Continuar lendo Junko Tabei

A HISTÓRIA ESQUECIDA DAS MULHERES QUE ORGANIZARAM AS SUAS PRÓPRIAS OLIMPÍADAS

Escrito por Jules Boykoff em BitchMedia. Tradução livre. Natação foi um dos poucos esportes em que as mulheres podiam competir nos Jogos Olímpicos de 1912, onde a equipe do Reino Unido (acima) levou para casa o ouro. Frustradas com a sua exclusão de muitos eventos olímpicos, as atletas do sexo feminino organizaram os seus próprios jogos de 1922 a 1934. Foto via Creative Commons. A … Continuar lendo A HISTÓRIA ESQUECIDA DAS MULHERES QUE ORGANIZARAM AS SUAS PRÓPRIAS OLIMPÍADAS

“Qualquer coisa que um homem faça, Violette também fará”.

“fait Ce qu’un homme peut faire le Violette!”  esse era o lema de Violette Morris no seu mais brilhante período como atleta, de 1921 a 1924. Ela nasceu em Paris no dia 18 de abril de 1893. Violette era a caçula de seis irmãos e passou a adolescência no convento de L’Assomption de Huy. Apesar de reconhecer-se lésbica, em 1914, ela se casou com um homem chamado … Continuar lendo “Qualquer coisa que um homem faça, Violette também fará”.