Elizabeth Teixeira: símbolo de resistência.

Nascida no dia 13 de fevereiro de 1925, no município de Sapé, Paraíba, Elizabeth Teixeira é símbolo de resistência. Seu pai era fazendeiro, proprietário e comerciante. Ela frequentou a escola, mas não terminou o primário. Aprendeu a ler, escrever e dominar as quatro operações de matemática. Foi proibida de continuar os estudos, saindo da escola para trabalhar na mercearia do pai. Foi neste estabelecimento comercial … Continuar lendo Elizabeth Teixeira: símbolo de resistência.

Há 44 anos assassinaram no Brasil a paraguaia Soledad Barrett

Soledad lutou contra as ditaduras do Paraguai, do Uruguai e do Brasil. Foi assassinada em Recife, no dia 8 de janeiro de 1973. Foi entregada pelo cabo Anselmo, um infiltrado do regime militar nos grupos revolucionários. O Estado Brasileiro pediu desculpas recentemente pelo assassinato. Continuar lendo Há 44 anos assassinaram no Brasil a paraguaia Soledad Barrett

Lúcia Maria de Souza

    Lúcia Maria de Souza nasceu em São Gonçalo, RJ, no dia 22 de junho de 1944 De origem pobre, conseguiu com dificuldades ingressar na Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Ativista do movimento estudantil desde a adolescência, como militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) foi responsável pela impressão do jornal A Classe Operária, órgão oficial do Partido, nos anos … Continuar lendo Lúcia Maria de Souza

Alceri Maria Gomes da Silva

Alceri Maria Gomes da Silva nasceu em Cachoeira do Sul, RS, no dia 25 de maio de 1943. Mulher negra, alegre e engajada na luta, ainda jovem mudou-se para a cidade de Canoas, onde cursou o 2º grau, atual Ensino Médio. Alceri trabalhava no escritório da fábrica Michelletto, em Canoas, quando filiou-se ao movimento operário, o Sindicato dos Metalúrgicos. Em setembro de 1969, avisou sua … Continuar lendo Alceri Maria Gomes da Silva

Maria do Carmo Moreira Serra Azul

Maria do Carmo Moreira Serra Azul, conhecida como Cacau, nasceu em Fortaleza/CE, em 1951. Iniciou sua militância aos treze anos de idade, na JEC – Juventude Estudantil Católica. Tais grupos vinculados a Igreja deram posteriormente origem a organização clandestina AP – Ação Popular, Grupo que Cacau, já sem vínculo com a igreja, junto com suas Irmãs Iracema e Helena, passou a fazer parte do movimento … Continuar lendo Maria do Carmo Moreira Serra Azul

Inês Etienne Romeu

Inês Etienne Romeu nasceu em Pouso Alegre, Minas Gerais, em 1942.   Inês mudou-se ainda jovem para Belo Horizonte, onde estudou História e trabalhou como bancária no Banco de Minas Gerais. Já nessa época atuava fortemente à frente do Sindicato dos Bancários e do movimento estudantil. Em 5 de maio de 1971, Inês, então integrante do quadro de comando da Vanguarda Popular Revolucionária – VPR, … Continuar lendo Inês Etienne Romeu

Criméia Alice Schmidt de Almeida

  Criméia Alice Schmidt de Almeida militante e ex-guerrilheira no Araguaia, iniciou sua militância política na escola secundária. Cursou Enfermagem na Faculdade Ana Nery, no Rio de Janeiro, de cujo curso era presidente do diretório estudantil em 1968. Presa no Congresso de Ibiúna, após o AI-5 entrou para a clandestinidade e, militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), foi para a região onde posteriormente teve … Continuar lendo Criméia Alice Schmidt de Almeida