La mujer de la carátula de “Louder Than Bombs”, disco de los Smiths

Si eres fan de los Smiths, debes de haber encontrado la carátula de “Louder Than Bombs”. Pero usted sabe quién es la mujer de la foto? Shelagh Delaney, nació el 25 de noviembre de 1938 en Salford, Manchester, norte de Inglaterra, escribió a los 18 años la pieza “A Taste of Honey”, que cuenta la historia de una joven proletaria que se embaraza un marinero … Continuar lendo La mujer de la carátula de “Louder Than Bombs”, disco de los Smiths

As rainhas de uma coroa demasiado pesada

Publicado em http://p3.publico.pt/cultura/exposicoes/22411/elas-sao-rainhas-de-uma-coroa-demasiado-pesada no dia 16/12/2016.   Elas lutam contra os fiscais, a polícia e os bandidos; lutam contra o sol, a poeira e a escassez de recursos. São mulheres angolanas, mães e empreendedoras; são “mulheres zungueiras”, vendedoras que caminham dezenas de quilómetros por entre ruas e avenidas das cidades de Lobito e Benguela, em Angola. “São rainhas de uma coroa demasiado pesada”, descreve o fotógrafo … Continuar lendo As rainhas de uma coroa demasiado pesada

O Dia Internacional da Mulher e o mito das operárias grevistas queimadas numa fábrica

Um mito circula há décadas: diz que o 8 de março foi criado em homenagem a um grupo de operárias grevistas que foram assassinadas em uma fábrica de Nova Iorque em 1857. A fábrica teria sido incendiada com elas lá dentro como forma de repressão à greve. A história dessas tecelãs assassinadas é um equívoco histórico que foi amplamente repercutido. Se você pesquisar na internet … Continuar lendo O Dia Internacional da Mulher e o mito das operárias grevistas queimadas numa fábrica

3 mulheres excluídas da sua aula de História do Brasil

Após a proclamação da Independência em setembro de 1822, nem todo mundo aceitou o fato. Muitos portugueses radicados se indignavam, especialmente no Maranhão e na Bahia. Do literal ao interior baiano, houve muita revolta. Essas três mulheres baianas são símbolos da resistência, mas quase nunca estão nos livros didáticos das escolas. Maria Felipa de Oliveira Mulher negra e pobre, Maria quase nunca é lembrada por … Continuar lendo 3 mulheres excluídas da sua aula de História do Brasil

Uma mulher assinou o decreto da Independência do Brasil

Em agosto de 1822, os brasileiros já estavam cientes que Portugal pretendia chamar D. Pedro de volta, rebaixando o Brasil, de Reino Unido para voltar a ser uma simples colônia. Com o aparecimento de uma guerra civil que pretendia separar a Província de São Paulo do resto do Brasil, D. Pedro passou o poder à Dona Leopoldina no dia 13 de Agosto de 1822, nomeando-a … Continuar lendo Uma mulher assinou o decreto da Independência do Brasil

O bairro mais feminista de Campo Grande, Mato Grosso do Sul

O bairro Tarsila do Amaral, em Campo Grande, que fica próximo a saída para Cuiabá, possui 97% das ruas com nome de mulheres. As ruas de uma cidade servem para homenagear pessoas/lugares que foram ou fizeram algo importante. – Ok, sabemos que nem sempre essa justificativa é totalmente válida. Me impressiona um bairro com praticamente todas as ruas com nomes femininos, mostrando mulheres como agentes … Continuar lendo O bairro mais feminista de Campo Grande, Mato Grosso do Sul