Manuela foi mais uma das milhares de mulheres revolucionárias que acabaram apagadas e esquecidas da história. Ocupando apenas o papel de “amante de Simón Bolívar”.

Nascida em Quito, no Equador, no dia 27 de dezembro de 1797.

Filha de um espanhol conservador, legitimista, e de uma quitenha, também de espírito rebelde, assumiu na juventude seu papel independentista. Por assumir tais ideias, foi internada no Convento de Santa Catalina, onde aprendeu a ler e rezar.
Com apenas 20 anos, casou-se com o comerciante inglês, Jaime Thorne, muito mais velho que ela. Mudaram-se para Lima.

Posteriormente, já separada do esposo, em visita a Quito, sua terra natal, ocorreu o seu encontro com Simón Bolívar, conhecido como “Libertador e revolucionário”, no dia 16 de junho de 1822.

Assim, se uniu aos exércitos bolivarianos, chegando ao grau de “coronel, liderando um exército de libertação. Quando o Simón partiu para o Peru, Manuela se uniu a ele, fazendo-se presente em todo aquele complicadíssimo processo político-militar, tanto em Lima como em Trujillo.

Durante muito tempo trocaram cartas, que ficaram perdidas por anos. Não só por serem românticas, mas sim por suas ideias libertadoras.

Inicialmente, Manuela se instalou em Quito, depois, Bogotá em 1828, encontrando-se mais tarde com Bolívar.
Em 25 de setembro de 1828, tentaram assassiná-lo, fato que proporcionou, para sempre, protagonismo a Manuela Sáenz, ao providenciar a fuga de Bolívar através de uma janela do Palácio do Governo.

Bolívar faleceu em 1830. Foi expulsa de seu território. Pobre, com seus bens confiscados na Colômbia, Manuela Sáenz foi morar em Paita, ao norte do Peru, onde se mantinha de comércio de fumo. Sob depressão decorrente de tanta miséria, contraiu difteria, doença que provocou sua morte, no dia 23 de novembro de 1856.

leia: https://comitebolivarianosp.wordpress.com/…/a-lenda-de-man…/

http://www.xapuri.info/…/manuela-saenz-libertadora-liberta…/

Curta documental que trata da omissão do papel de mulheres na América Latina, tendo como ponto de partida Manuela Sáenz, companheira de Simón Bolívar > https://www.youtube.com/watch?v=58abd9K1W8U

Anúncios