Zinaida Portnova

Uma jovem moça que mal tinha 14 anos, Zinaida Portnova sofreu o horror de viver sob a ocupação germânica durante a Segunda Guerra Mundial. Quando os nazistas passaram pela sua cidade natal em Belorussia, eles espancaram seus avós, bateram na sua cabeça com a parte de trás de um rifle e roubaram sua vaca. Determinada a se vingar, Zinaida se juntou a um grupo de resistência local chamado “Jovens Vingadores”. Posando como uma pequena garota indefesa ela trabalhou como ajudante de cozinheira num acampamento do exercito Germânico onde ela secretamente envenenava a comida. Quando suspeitas caíram sobre ela, ela comeu da comida envenenada para provar sua inocência fazendo com que ela ficasse doente mas dando a ela tempo para escapar. Eventualmente a Gestapo (polícia secreta) capturou e prendeu ela. Durante a sua interrogação, o interrogador da Gestapo colocou uma pistola sobre a mesa numa tentativa de assusta-la. Ela pegou a pistola e atirou nele, e depois atirou em dois guardas que entraram correndo na sala. Zinaida escapou de ser presa mas foi recapturada. Ela foi executada em 15 de Janeiro de 1944 (com 17 anos), e foi postumamente premiada com o título de Herói da União Soviética.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s